Barra Mansa Destaque 4 Educação

UBM diz que dívida com CBS está negociada, mas reconhece crise


Por meio de uma nota à imprensa, o UBM (Centro Universitário de Barra Mansa) informou que, em negociação com a CBS (Caixa Beneficente Social) dos empregados da CSN, foi estabelecido “um acordo para a regularização da locação do imóvel do campus Cicuta, com o parcelamento dos débitos, que já está sendo cumprido”.

Em reportagem exclusiva, o jornal Tribuna.SF informou que o Centro Universitário estaria com uma ordem de despejo por conta da falta de pagamento de aluguéis. A decisão foi dada pela 3ª Vara Civil de Barra Mansa.

A dívida, segundo fontes, estaria na ordem de R$ 1 milhão (valor menor do que foi divulgado anteriormente, de R$ 3 milhões), referente há mais de um ano de atraso.

NOTA DO UBM

Considerando a atual situação financeira do UBM, a instituição vem esclarecer também as causas e medidas que estão sendo adotadas para a regularização desta circunstância.

Devido ao impacto causado pela crise financeira em todo o país entre os anos de 2015 e 2016, o UBM passou a buscar recursos em instituições financeiras, para a cobertura das despesas correntes naquela época.

Como o mercado se encontrava restritivo para concessão de crédito nesses anos, as operações acabaram sendo feitas com curto prazo de pagamento e taxas de juros elevadas para os padrões de hoje, ocasionando uma concentração de vencimentos para o decorrer dos anos subsequentes e que comprometeram a manutenção do custeio das despesas mensais da instituição.

Para a melhoria das situações apresentadas, foram estabelecidos os seguintes cenários:

– Com a aprovação de uma nova operação de crédito – que permitirá o alongamento de toda a dívida e com taxa de juros reduzida –, seria gerado saldo de caixa suficiente para regularização dos salários até o final deste semestre. Vale ressaltar, no entanto, que a materialização desta operação ainda demanda mais alguns dias;

– Outra possibilidade: existe uma medida judicial para a liberação dos recursos do FIES, que ainda não foram liberados.

A instituição compreende a situação dos colaboradores e, por isso, está trabalhando para que as dificuldades sejam contornadas o quanto antes. Estamos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas nos canais de atendimento e redes sociais do UBM.

2 Comentários

    • Joao 08:08

      Não existe nos autos do processo que tramita junto a terceira vara cível de barra mansa, nenhum termo de acordo… o processo possui última movimentação em 03/05/2018, onde a ação prossegue.

      Sendo assim e apenas mais uma mentira do UBM.

    • Marcelo 14:03

      Estudou direito na UBM ?
      KKKKK
      VAI ARRUMAR UM SERVIÇO

Deixe seu comentário