Destaque 1 Economia Sul Fluminense

CSN: Sindicato quer descontar 1,5% dos salários dos não sindicalizados


A Via Cruzes entre Sindicato dos Metalúrgicos, trabalhadores e a CSN começa na próxima terça-feira (29), quando ocorre a primeira reunião do acordo coletivo. Nos últimos anos, as negociações duram, em média, quatro meses.

Nesss primeiro encontro, o órgão sindical entregará a pauta de reivindicação, com 18 itens. Entre os pontos pedidos, estão a reposição da inflação (INPC), que fechou em 3,99% nos últimos 12 meses, mais um aumento real.

No último acordo, referente ao ano passado, a CSN garantiu que as negociações começariam a partir do valor do INPC.

Além disso, outro item que chama a atenção: será descontado 1,5% de todos os funcionários não sindicalizados, que usufruírem dos benefícios do Acordo Coletivo.

A data base da categoria é 1ª de maio.

CONFIRA A PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DA CAMPANHA SALARIAL

Reajuste salarial: INPC pleno, retroativo a 1o de maio de 2018 e aumento real;

Cartão alimentação: R$ 500/mês, com carga extra de R$ 500 em dezembro
de 2018. E redução da participação para 1%;

Plano odontológico: Sem a participação do funcionário e com ampliação da cobertura, incluindo cirurgias, implantes, aparelhos ortodônticos, além de criar convênios com outras clínicas;

Refeitórios/Alimentação: Melhorar a qualidade e liberar o desjejum aos funcionários do turno de revezamento de 8h;

Plano de saúde: Garantir tempo mínimo para consultas e emergências. Reduzir o tempo para atendimento no Raio-X. Garantir disponibilidade para demanda em emergência e acidentados.
Criar um “SAC” (Serviço de Atendimento ao Cli ente) sobre a rede de atendimento;

Plano de cargos e salários: Definir o piso salarial mínimo para cada função, os critérios de progressão salarial dentro da função, com detalhes e ampla divulgação aos funcionários. Estabelecer o piso salarial em R$ 1.300. E fazer o realinhamento salarial para a mesma função;

Insalubridade: Pagar a insalubridade a todos os funcionários lotados na Usina. E que tenha de pronta entrega o PPP de cada funcionário exposto a agente insalubre, contendo especificados todos os agentes nocivos e as intensidades de exposição;

Periculosidade: Que a empresa pague a periculosidade a todos os eletricistas, eletrotécnicos e técnicos em elétrica;

Adicional de turno: Rever o adicional de turno pelas horas da jornada de 8 horas;

Cesta de Natal: Fornecimento da cesta de NATAL aumentando os itens e qualidade;
Kit Escolar: Fornecimento do kit escolar para cada filho de funcionário cursando ensino médio ou fundamental, até idade de 18 anos, completados em fevereiro de 2019;

Brinquedos no Natal: Fornecimento de brinquedos na 1a quinzena de dezembro;

Feriado Ponte: concessão dos dias de feriado pontes, sem compensação;

Não Sindicalizados: Será descontado 1,5% de todos os funcionários não sindicalizados, que usufruírem dos benefícios do Acordo Coletivo;

ETPC: Desconto de 50% na mensalidade escolar na ETPC, desde que concordem com o desconto em folha e seja abrangente a todos os seus empregados e dependentes;

Creche: Estender a gratuidade da creche para filhos dos funcionários; Empréstimo: Reajuste do valor de empréstimo para R$ 4.000. E que retorne o
pagamento em 12 vezes, sem juros;

Transporte interno: Que a empresa forneça transporte interno durante o horário de entrada e saída, interligando o acesso pelas quatro portarias da usina;

Estacionamentos: Ampliação dos estacionamentos para carros e motos com acesso disponível 24 horas do dia;

Terceiras e contratação: Informar ao sindicato toda empresa que ganhar a concorrência para prestar serviços de natureza metalúrgica em área de abrangência da base do sindicato. Devendo manter este procedimento como regra para São Paulo (área de contrato), bem como orientar que a empresa vencedora se cadastre ao sindicato antes de complementar a contratação de mão de obra.

1 Comentários

    • novinha 19:53

      dessas todas ai deve ser aceito no máximo 2 quem conhece a safadeza sindicato e CSN entende

Deixe seu comentário