CSN Economia

CSN libera dois mil funcionários nesta segunda-feira


Por conta da greve dos caminhoneiros, a CSN dispensou dois mil funcionários administrativos nesta segunda-feira (28). A produção, no entanto, continuará normalmente – não tem como paralisar a Usina Presidente Vargas. As informações foram passadas pela assessoria de imprensa da empresa.

O escoamento da produção de Aço e Cimentos para o mercado interno está comprometido desde o início do movimento.

“A parte da produção que é destinada ao mercado externo pode ser escoada por trem para o porto. Já o escoamento para o mercado interno, que depende da malha rodoviária, está afetado desde o inicio do movimento”, diz a assessoria da empresa.

A direção fará uma avaliação nesta segunda e, se for necessária, outras medidas serão tomadas.

Peugeot-Citroën e Nissan

As duas montadoras também dispensaram os funcionários para essa segunda-feira (28). A medida já havia sido tomada na semana passada. As empresas alegam que peças não estão chegando e, agora, com a falta de combustíveis nos postos, os operários terão dificuldades para chegar nas unidades da Agulha Negras.

Deixe seu comentário